Marcha de Solidariedade para com as vítimas do mau tempo na Madeira.

Município de Celorico da Beira organizou uma marcha de solidariedade para com as vítimas do mau tempo na Madeira…

Miniatura - Caminhada Pela Madeira

Município de Celorico da Beira organizou uma marcha de solidariedade para com as vítimas do mau tempo na Madeira.
Este evento teve lugar no passado Domingo, dia 16 de Maio, tendo participado algumas dezenas de pessoas que não quiseram deixar de estar presentes nesta acção de solidariedade, tendo cada participante pago um valor simbólico, o total angariado foi remetido para o Povo Madeirense, com o intuito de fazer face aos estragos que assolaram o arquipélago da Madeira.
Bem – Haja a todos os que participaram nesta iniciativa de Solidariedade, que permitiu angariar uma pequena receita que em muito irá por certo contribuir para que as pessoas do Arquipélago da Madeira que se viram a braços com a catástrofe natural e que destruiu muitos dos bens erguidos durante uma vida inteira.

Exercicio Militar “Dragão 10”

De 14 a 21 de Maio, Celorico da Beira acolheu o exercício militar “Dragão 10”, levado a cabo pela Brigada de Intervenção do Exército.
Este exercício da inteira responsabilidade da Brigada de Intervenção, com sede em Coimbra, visou treinar as tropas pertencentes à Brigada de Intervenção, assim como avaliar o desempenho das Tropas, tendo em vista a participação das mesmas em missões de Paz (Kosovo, Líbano, etc.).
A Brigada de Intervenção, num contexto de proximidade, que pretende manter com as populações, tem procurado consolidar a presença na sua área geográfica de influência, através da realização de actividades, quer de âmbito operacional quer cultural, no sentido de divulgar e procurar a adesão da sociedade às missões que lhe são superiormente confiadas.
No dia 20 de Maio de manhã, os convidados tiveram a oportunidade de assistir a um exercício militar que decorreu na localidade da Porteira – Freguesia de Cortiçô da Serra e que constou de uma missão de busca e salvamento, na parte da tarde, a principal avenida de Celorico da Beira acolheu uma parada militar, onde participaram cerca de mil e seiscentos militares e algumas centenas de viaturas militares.

UKSB promove Seminário teórico-prático com Seleccionador Nacional de Karate

Decorreu no passado sábado dia 22, o Seminário Teorico-pratico de karate, promovido pela Secção de Karate do Município de Celorico da Beira na pessoa do Mestre César Olival e com o apoio da União de Karate Shotokan das Beiras. Este seminário foi orientado pelo Seleccionador Nacional de Karate da Federação (FNK-P), Prof. Joaquim Gonçalves.
O conteúdo deste seminário incidiu sobre a introdução de uma metodologia inovadora no treino da criança até aos 12 anos, dotando as crianças das capacidades essenciais de psicomotricidade para um correcto desenvolvimento físico, nervoso e bioenergético no seu crescimento, tanto como praticante de karate ou de outra modalidade desportiva. O objectivo desta formação foi dotar os instrutores de ferramentas para adaptarem o conteúdo dos treinos à realidade das crianças dos dias de hoje e potenciar o interesse e o prazer da criança na prática do Karate.
Da União de Karate Shotokan das Beiras, estiveram presentes praticantes, graduados e instrutores dos diversos dojos (Centro de Artes Marciais da Guarda, Escola de Karate do Município de Celorico da Beira, Clube de Karate Shotokan de Gouveia e Clube de Karate Shotokan de Mangualde), num total de mais de 3 dezenas de participantes.
Os nossos agradecimentos ao Seleccionador, Prof. Joaquim gonçalves e ao Municipio de Celorico da Beira pelo apoio prestado.

Inauguração do Percurso Pedestre da Serra do Ralo

No passado dia 22 de Maio, o Município de Celorico da Beira inaugurou mais um Percurso pedestre na Serra do Ralo “Trilho da Serra do Ralo desafia à descoberta da energia eólica”.
Esta é uma parceria entre o Municipio de Celorico da Beira, A GDF SUEZ e a Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal (FCMP) .
Com uma distância de 11,1 quilómetros, o percurso é circular, sendo o lugar de partida e de chegada a subestação do Parque Eólico da Serra do Ralo. Este percurso pretende promover o pedestrianismo, o conhecimento sobre a energia eólica e as boas práticas ambientais, aproveitando a beleza da região.
O Parque Eólico da Serra do Ralo, localizado no concelho de Celorico da Beira, está em funcionamento desde 2007 e tem uma produção anual equivalente ao consumo da electricidade conjunto dos concelhos de Celorico da Beira, Trancoso, Fornos de Algodres e Gouveia, aproximadamente 40.000 habitantes. Contando com 16 aerogeradores, de 2 MW cada um, este Parque Eólico apresenta uma potência total de 32 MW.
Em Portugal, a GDF SUEZ é proprietária de quatro parques eólicos, somando 214 MW localizados no norte do País. Possui também participações financeiras em duas empresas portuguesas: a Generg, no sector das energias renováveis; e na Portgás, no sector do gás natural. A GDF SUEZ está também presente na área dos serviços energéticos através da Climaespaço e da Cofely, assim como na área do ambiente através da Degrémont. Este Parque eólico conta com 16 aerogeradores.
Participaram na inauguração deste percurso pedestre, cerca de oito dezenas de pessoas, as quais puderam deslumbrar as bonitas paisagens existentes no Concelho de Celorico da Beira e que podem ser contempladas a partir da Serra do Ralo.
Este evento contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Celorico da Beira José Monteiro, com Daniel Poulaillon, CEO da GDF SUEZ em Portugal e Fernando Cipriano, presidente da FCMP.

V Torneio Sacadura Cabral

No dia em que Celorico da Beira Comemorou o seu Feriado Municipal agraciando o seu patrono Sacadura Cabral, o Clube Celorico Basket decidiu integrar-se também nas festividades promovendo um Torneio de Basquetebol de Sub-14.
Sabendo que o futuro reside nos mais novos a aposta do Celorico Basket nos escalões de formação é inequívoca e a realização de este Torneio de Iniciados (Sub-14) foi o ponto alto de uma época desportiva dos atletas deste escalão do Celorico Basket.
Sendo esta a V edição do Torneio Sacadura Cabral, este evento é um marco significativo e inevitável do Basquetebol Distrital da Guarda. Este ano a organização decidiu apostar apenas em equipas do nosso Distrito com os objectivos de promover o basquetebol, não só em Celorico mas também em outros Concelhos do nosso Distrito, e também demonstrar que o Basquetebol de Formação Distrital tem bastante qualidade.
A organização a cabo do Celorico Basket introduziu também este ano uma inovação convidando uma equipa feminina a participar sendo a única equipa feminina no conjunto das 4 equipas participantes.
Num total de mais de 60 Jovens, participaram neste Torneio as Equipas do Celorico Basket, Guarda Basket Masculinos, Club Camões – Gouveia e Guarda Basket Femininos.
A essência do Torneio, e que a organização tentou incutir nos participantes, foi apenas a do convívio e troca de experiência entre os jovens participantes, no entanto, é indissociável destes eventos o espírito de competição venha ao de cima na procura de ganhar. Este ano saiu vencedora do torneio, sem qualquer margem para dúvidas, a equipa do Club Camões – Gouveia. Em segundo lugar ficou a equipa do Guarda Basket Masculinos, em terceiro ficou a equipa da casa (Celorico Basket) e em quarto lugar, mas primeiro em boa disposição, ficou a equipa do Guarda Basket Femininos.
Depois do Almoço houve ainda lugar para um jogo amigável e descontraído entre treinadores e antigos atletas do Clube Celorico. Neste jogo em jeito de brincadeira houve oportunidade de correr um bocado, conviver um bocado e divertir um bocado enquanto se pratica o desporto que todos adoramos.
Há que sublinhar este Torneio contou com a visita de várias personalidades que fizeram questão de estar presentes neste evento tais como o Presidente da Câmara Municipal de Celorico da Beira – Eng. José Monteiro – e ainda o Deputado da Assembleia da República Dr. José Albano.
Antes da cerimónia de encerramento precedeu-se ao Sorteio do Cabaz do Celorico Basket.
No final o patrocinador do Torneio – Fernando Silva (Pescaves) – e o Vice-Presidente da Câmara Municipal de Celorico da Beira – Dr. José Luís Cabral – distribuíram uma medalha de participação a todos os atletas e intervenientes no Torneio e entregaram os respectivos troféus às equipas participantes.
Em termos conclusivos o saldo a retirar deste Torneio é largamente positivo uma vez que decorreu sem incidentes, sem problemas e no final os jovens participantes estavam visivelmente satisfeitos e ansiosos pela realização de uma próxima edição deste Torneio. O Basquetebol foi o inequívoco vencedor.
 Imagem Final do Torneio…
 

Inauguração da Exposição de Pintura e Gravura de Hector Pacheco

Com a presença do Sr.Presidente da Câmara Eng.José Monteiro e do Sr.Vereador do Pelouro do Turismo, Dr.António Silva, teve lugar no dia 19 de Maio, na Torre do Castelo de Celorico da Beira, a inauguração da Exposição de Pintura e Gravura de Hector Pacheco.
A Exposição, que estará patente ao público até ao dia 30 de Junho, é composta por cerca de 30 obras, englobando pinturas e gravuras deste artista.
Hector Pacheco, nasceu na Argentina em 1948, filho de pai português, natural da Ratoeira, Celorico da Beira. É Professor Nacional de Pintura e de Gravura, tendo feito a sua formação na Escola Superior de Belas Artes Prilidiano Pueyrredón, em Buenos Aires. Actualmente está a especializar-se em Arterapia. Do seu curriculum constam inúmeras Exposições, Menções Honrosas e participações em Colóquios, Oficinas, etc.
É professor de Artes Plásticas em diversas  Escolas Básicas estatais e privadas de Buenos Aires. Desde 2000 foi-lhe atribuída a nacionalidade portuguesa, tendo vindo a fortalecer cada vez mais a ligação com a terra de origem dos seus antepassados, à qual o ligam fortes laços afectivos.

Município de Celorico da Beira comemorou o seu feriado Municipal

Celorico da Beira viveu as comemorações do Feriado Municipal, que coincide com o nascimento do grande ícone da aviação Sacadura Cabral.
 
O dia 23 de Maio tem um significado muito especial para todos os Celoricenses, na medida em que se comemora o seu Feriado Municipal, o qual constitui o mote para que o “filho” mais ilustre desta terra seja relembrado.
 
Para assinalar esta data, o Município de Celorico da Beira levou a cabo diversas actividades de cariz cultural e recreativo.
 
Pela manhã, a concentração ocorreu em frente aos Paços do Concelho, onde a Banda Filarmónica “Os Bazófias” de Vale de Azares entoou o hino Nacional, enquanto eram hasteadas as bandeiras mais emblemáticas para o Concelho (Portugal; União Europeia e Celorico da Beira).
 
Em seguida, partiu-se para junto da Estatua de Sacadura Cabral, onde a Banda Filarmónica “Os Bazófias” de Vale de Azares entouou o hino de Celorico da Beira, tendo o Senhor Presidente da Câmara – Eng. José Monteiro depositou uma coroa de flores junto da estátua de Sacadura Cabral.
 
Ainda neste local, todos puderam assistir a um show de acrobacia aérea com parceiros do mítico festival de acrobacias aéreas “Red Bull Air Race”.
 
Ao inicio da Tarde, foi apresentado um livro que retrata a vida de um Celoricense – O Jesuíta João Cabral, VIAGEM AO TECTO DO MUNDO – O Tibete Desconhecido de Joaquim Magalhães de Castro
 
O livro relata uma viagem que o autor fez ao Tibete, inspirada nos passos pioneiros de, entre outros, um ilustríssimo filho de Celorico da Beira – o padre jesuíta João Cabral, um dos primeiros europeus a visitar o Nepal, o Butão e o Tibete Central.
 
JOÃO CABRAL – Um Jesuíta viajante … natural de Celorico da Beira!
 
Na companhia de Estêvão Cacela, o jesuíta João Cabral, natural de Celorico da Beira, encetou caminho rumo ao planalto tibetano a 5 de Setembro de 1626, na esperança de aí encontrar o mítico Cataio, identificado com o reino de  Shambala, ou Shangri-La como ficou mais conhecido.
 
Nas suas viagens, estes jesuítas seriam os primeiros europeus a pisar quatro das mais inacessíveis regiões do planeta: o reino do Butão, o actual protectorado indiano do Sikkim, o Nepal e a região de Utsang, no Tibete Central.
 
Decorreu também o 2º Encontro de fanfarras de Bombeiros Voluntários, que contou com a presença de Meda, Leiria, Oliveira do Hospital, Gouveia e Celorico da Beira, que desfilaram pelas principais avenidas da Vila de Celorico da Beira, que culminou com a actuação das Fanfarras no Jardim – Parque Carlos Amaral.
 
Pelas 21:30H, no Cinema Centro Cultural de Celorico da Beira teve lugar um espectáculo de dança: Ritmos do Oriente: os 4 elementos da Natureza pela Escola de Dança Silvina Candeias de Portalegre.
 
É de salientar a presença de algumas entidades nestas cerimónias, para além do Executivo Municipal, marcaram também presença o Deputado na Assembleia da Republica José Albano Marques e o Governador Civil do Distrito da Guarda – Santinho Pacheco, para além dos Presidentes de Junta de Freguesia e outras entidades civis e militares.

Município de Celorico da Beira organizou Seminário sobre Biodiversidade

O Município de Celorico da Beira assinalou o dia Internacional da Biodiversidade comemorado a 22 de Maio, data celebrada desde 2000 e que este ano tem mais expressão por acontecer no Ano Internacional da Biodiversidade.
O tema da efeméride em 2010 é “Biodiversidade, Desenvolvimento e Redução da Pobreza”.
O Município de Celorico da Beira, numa óptica de potencializar a consciência das pessoas para a biodiversidade, tem levado a cabo algumas iniciativas sobre a biodiversidade.
Para o efeito, levou a cabo um Seminário sobre a biodiversidade que decorreu no passado dia 24 de Maio no Cinema – Centro Cultural de Celorico da Beira.
Este Seminário, contou com a presença de alguns especialistas da Biodiversidade.
Foi também discutido o impacto Ambiental das Barragens na Conservação da Fauna e da Flora em Portugal, que teve como principal orador o Eng.º Marcelo Ferreira.
Por sua vez, a temática das espécies invasoras, obstáculo ao equilíbrio dos ecossistemas da serra da estrela, teve eco na voz do Eng. Bruno Barbosa, o qual se referiu ás estratégias de intervenção e de conservação da Fauna e da Flora Autóctone.
Paralelamente esteve patente uma exposição, onde davam a conhecer algumas espécies em perigo, assim como mostrar alguns hábitos e costumes de alguns animais e plantas, nomeadamente acerca do seu habitat.

Açores celebra o Ano Internacional da Biodiversidade

Decorreu no passado fim-de-semana o I Concurso de Canteiros e Floreiras, um evento organizado pela Associação Distrital dos Agricultores da Guarda, no âmbito do curso EFA-B3 de Jardinagem e Espaços Verdes. As actividades passaram-se na aldeia Açores, concelho de Celorico da Beira.
Na quente tarde de sexta-feira animação não faltou na freguesia de Açores. Os participantes do Concurso esmeraram-se e “vestiram” a aldeia a rigor, para a celebração do Ano Internacional da Biodiversidade. A exposição de floreiras, que decorou e deu vida ao largo, foi possível visitar durante todo o fim-de-semana. Foi também nesta tarde inaugurado o Jardim dos Avós, um espaço de lazer e saber, onde figuram algumas plantas medicinais e aromáticas devidamente identificadas.
Sábado foi dedicado à biodiversidade autóctone, com um percurso pedestre que deu a conhecer plantas comestíveis e nutritivas, perfeitas para conceber Saladas Selvagens. À tarde foi possível assistir a um seminário sobre biodiversidade e qualidade alimentar, e à noite foi a actuação da banda What’s This, de Trancoso, que animou Açores.
O dia de domingo começou cedo, com mais um percurso pedestre, desta vez com as lendas de Açores como tema. Após o anúncio dos vencedores do Concurso, foi realizada uma oficina prática de processos de compostagem.  De marcar a presença de produtores e artesãos do distrito que expuseram os seus produtos na mostra agro-alimentar e artesanal que durou os dois últimos dias.
Um evento bem sucedido, que contou com importantes apoios como a Câmara Municipal de Celorico da Beira, Quinta da Maunça, Quercus, Instituto Politécnico da Guarda, Aki e Vivaci, e que se pretende uma reedição para o ano seguinte.

Reunião CT BIN SAL em Celorico da Beira

Decorreu nos Paços do Concelho de Celorico da Beira, a 16 de Março do corrente ano, a 3ª reunião do Conselho da Comunidade de Trabalho Beira Interior Norte – Província de Salamanca (CT BIN SAL)…

Decorreu nos Paços do Concelho de Celorico da Beira, a 16 de Março do corrente ano, a 3ª reunião do Conselho da Comunidade de Trabalho Beira Interior Norte – Província de Salamanca (CT BIN SAL), desde que o Município de Celorico assumiu a presidência da referida Comunidade de Trabalho, a 3 de Julho de 2009. Foram aprovados, pelos Municípios Portugueses e Diputación de Salamanca, o Convénio e Estatutos do Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial – BIN SAL, AECT.
Considera-se fundamental criar um convénio de Cooperação específico que estabeleça e regule um órgão de marca comunitária e dotado de personalidade jurídica, de acordo com a habilitação reconhecida pelo Regulamento (CE) n.º 1082/2006 do Parlamento Europeu e do Conselho de 5 de Julho de 2006 e conforme Decreto-Lei n.º 376/2007, publicado no Diário de República Portuguesa em 8 de Novembro de 2007.
Com este Convénio, com suporte jurídico comunitário e a natureza de instrumento de cooperação, adaptado à perspectiva de Política Regional Europeia, aos Fundos Estruturais que a sustentam e ao objectivo superior político de Coesão Económica e Social, pretende-se também estreitar ainda mais a cooperação luso-espanhola, aproveitar a possibilidade de utilizar novos e mais eficazes instrumentos na programação, gestão, acompanhamento e avaliação conjunta das políticas de desenvolvimento euro-regional.
O Município de Celorico da Beira, na reunião dirigida pelo Sr. Vice-Presidente do Município, na qualidade de representante da Presidência da CT BIN SAL, teve a honra de receber os representantes de todos os Municípios Portugueses que constituem a referida Comunidade de Trabalho e da Diputación de Salamanca, tendo como convidado a Associação de Municípios da Cova da Beira.

Celorico mais limpo e mais ecológico!

Celorico mais limpo e mais ecológico! Saiba mais…

Em consequência da crescente produção de lixo, fruto do consumo compulsivo  com vista à satisfação das pseudo-necessidades criadas pelas máquinas publicitárias, as sociedades actuais são confrontadas com a necessidade urgente de mudar comportamentos que fazem perigar a sustentabilidade do planeta e a sobrevivência das gerações vindouras.
As preocupações ambientais estão cada vez mais na ordem dia do Poder Político quer a nível mundial – infelizmente os interesses dos países têm-se sobreposto impedindo o consenso –  quer nacional e local, onde as autarquias tem posto em marcha  acções/campanhas de sensibilização atinentes à protecção ambiental, como por exemplo,  a gestão de resíduos sólidos, que incitam à deposição selectiva do lixo para reutilização e reciclagem. É necessário mudar comportamentos e atitudes das populações. Educar para a sensibilização ambiental, combatendo a destruição do ambiente através da união de esforços de diversas entidades, nomeadamente, do poder político central, local e as escolas .
A autarquia de Celorico está consciente da dificuldade de mudar comportamentos e atitudes pelo que, tem apostado na promoção de  campanhas de sensibilização, enquanto garantes do desenvolvimento sustentável, essencialmente dirigidas às crianças, para as consciencializar  da importância  da poupança da água, da protecção do ambiente e da floresta ou da política dos 3R’s- reduzir, reutilizar e reciclar. Nesta óptica, o lixo doméstico não é mais do que matéria orgânica, vidro papel, cartão, plásticos, metais e têxteis. Estes resíduos, deixam de ser considerados como lixo e passam a ser vistos como materiais passíveis de ser recuperados, reciclados e revalorizados, depois de colocados correctamente nos seguintes ecopontos:
Vidrão (verde)- este contentor serve para colocar todo o tipo de embalagens de vidro –garrafas, frascos, garrafões, boiões etc..), sem rolhas ou tampas, enxaguadas e escorridas. Não devem ser colocados objectos em loiça e cerâmicas, azulejos, tijolos, pedra e materiais de construção; vidros provenientes de hospitais e laboratórios de análises clinicas; vidros planos nem vidros especiais como ecrãs de tv, lâmpadas, espelhos, pirex, cristais, vidros corados ou cerâmicos, vidros não transparentes nem embalagens de perfumes ou de cosméticos.
Papelão (azul) – neste contentor devem ser colocados apenas papel de escrita e impressão, jornais, revistas, embalagens de cartão ou papel, bem espalmadas para ocuparem menos espaço e facilitarem o seu transporte. É proibido a deposição neste contentor de embalagens e papéis de produtos orgânicos ou gorduras, papéis metalizados ou plastificados e embalagens de produtos tóxicos.
Embalão (amarelo) – neste receptáculo devem apenas ser depositadas embalagens de plástico e de metal, depois devidamente escorridas e espalmadas tais como: latas de bebidas e conservas, aerossóis, garradas, frascos e sacos de plástico. Não se deve colocar embalagens que tenham contido gorduras ou produtos tóxicos e perigosos, talheres, panelas, ferramentas, electrodomésticos, pilhas e baterias.
Pilhão – este contentor é destinado ao depósito de todo o tipo de pilhas e acumuladores.
Os celoricenses podem contribuir para a melhoria da economia nacional e do ambiente, separando e depositando criteriosamente o lixo  num dos 21 ecopontos espalhados pelo concelho (mapa anexo).
Depois de separados correctamente, os resíduos são recolhidos e transportados pela Resiestrela, duas vezes por mês, para uma estação de Triagem no Fundão, onde serão submetidos a uma separação ainda mais rigorosa por tipo de material. No que respeita aos pequenos electrodomésticos em fim de vida, a Câmara está a diligenciar com  ERP Portugal – Associação Gestora de Resíduos de Equipamentos Eléctricos e Electrónicos- a colocação de PONTOS ELECTRÃO no concelho, no âmbito do  Projecto Portugal Depositrão, salvando o solo dos malefícios dos resíduos eléctricos  com grandes benefícios para a saúde pública.
As preocupações ecológicas não se esgotam com a deposição  selectiva e criteriosa do lixo. Proporcionar um ambiente mais limpo e saudável é também uma preocupação deste Executivo Municipal. Assim, protocolou ainda com a Associação de Municípios da Cova da Beira, a limpeza/lavagem de todos os contentores do lixo do concelho e a lavagem das rotundas da vila, duas vezes por ano, no âmbito do Projecto Cidade Limpa. À semelhança de outros municípios do interior país, Celorico da Beira tem no turismo um dos motores do desenvolvimento pelo que, a autarquia está, obviamente, empenhada na divulgação da imagem de um concelho com um valioso património arquitectónico, cultural gastronómico, paisagístico mas, também, de um município limpo  e atractivo para qualquer visitante. Neste sentido, foram colocadas mais de duzentos papeleiras no concelho, em edifícios públicos, jardins de infância, escolas, espaços de repouso e lazer, espaços verdes etc, para incentivar comportamentos cívicos mantendo os espaços públicos limpos.
Sendo Celorico da Beira um concelho essencialmente rural, a agricultura e o ambiente só têm a beneficiar com  a utilização do adubo natural resultante da Compostagem (decomposição de matérias orgânicas através de microorganismos- fungos e bactérias). A sensibilização para utilização deste recurso iniciou-se nas, no ano passado, escolas EB1’ da vila e na escola sede do Agrupamento.
O aproveitamento dos óleos alimentares usados e o respectivo encaminhamento é outra medida pró-ambientalista promovida pela autarquia, que já distribuiu vários Óleões pelo concelho, colocando-os junto das Juntas de Freguesia, Lares e Centros de Dia. Neste  momento, está a diligenciar para protocolar com a empresa BIOSYS a colocação de mais óleões em todas as freguesias.
Com o intuito de minorar os malefícios da acção do Homem na Natureza tem sido implementadas diversas acções de sensibilização de protecção ambiental. A nível do local, as autarquias , entre elas  Celorico da Beira, têm desempenhado um papel crucial ao promoverem políticas ecológicas conducentes à viabilização da vida na terra,  apostando em campanhas de informação, para despertar as consciências e educar para uma cidadania ambiental responsável de todos os cidadãos, da criança ao idoso.

Autarquia celebra protocolo com Juntas de Freguesia

No âmbito da candidatura efectuada com a Cybercentro da Guarda, a Câmara Municipal celebrou no passado dia quinze de Março…

No âmbito da candidatura efectuada com a Cybercentro da Guarda, a Câmara Municipal celebrou no passado dia quinze de Março de dois mil e dez, um protocolo oferecendo um computador a dez Juntas de Freguesia do Concelho.
Foram contempladas as Juntas de Freguesia de Mesquitela, Prados, Ratoeira, Fornotelheiro, Rapa, Vide Entre Vinhas, Vila Boa do Mondego, Linhares da Beira, Velosa e Baraçal.
O referido equipamento servirá para implementar mais um posto de acesso à internet e disponibilizar aos jovens das referidas freguesias a possibilidade de aumentar o seu conhecimento nas novas tecnologias.
Agradecemos a colaboração da Drª Carmo e da Drª Gabriela Leal, pelo empenho e colaboração prestada.

Pintura, Poesia e Lusofonia em Celorico da Beira

Município de Celorico da Beira realizou um evento dedicado à Pintura, Poesia e Lusofonia…

Município de Celorico da Beira realizou um evento dedicado à Pintura, Poesia e Lusofonia.
Na passada sexta-feira, dia 12 de Março, realizou-se em Celorico da Beira um evento dedicado à pintura, poesia e lusofonia, que pretendeu dar a conhecer as várias componentes em termos de comunicação que a pintura e poesia têm num contexto de lusofonia.
Para o efeito, realizou-se um colóquio sob o mote “A Pintura como linguagem na comunicação e intercâmbio entre povos e países”, tendo como principal interveniente Bé Cabrita, pintora, retratista e caricaturista.
A “Portugalidade, Lusofonia e Globalização”, foi uma temática abordada por Joaquim Evónio, Escritor e representante em Portugal da Ordem Nacional dos Escritores do Brasil.
Encerrou a sessão o Presidente da Ordem Nacional de Escritores do Brasil, José Verdasca dos Santos, o qual dissertou sobre Celorico da Beira:
“O exemplo de Celorico da Beira é bem elucidativo; terra mãe do Queijo Serra da Estrela (e dos poucos lugares onde ainda se produz artesanalmente); antiquíssima e belíssima vila medieval com seu altaneiro castelo; seu centro histórico de lindas edificações em granito bem conservadas; gente acolhedora e hospitaleira, que nos oferece boa hospedagem e rica culinária, ambas a preços convidativos (boas refeições a 7 euros e alojamento a 30); paisagens deslumbrantes e património histórico digno de ser visitado; e, por fim, autarcas interessados pela cultura e pelo prestígio de sua terra, Celorico à margem do Rio Mondego, e perto de sua nascente, bem merece uma visita, que não deve ficar pelos dois dias, mas antes prolongar-se por uma semana, para dali fazer a base de digressões a cidades muito próximas, como Trancoso (terra do famoso Bandarra), à Guarda, com sua bela catedral fortaleza; ao alto da Serra da estrela; a Pinhel, terra de bons vinhos; a Almeida, vila fortaleza e antiga guarda de fronteira, e todas (e muitas mais), a duas ou três dezenas de quilómetros de Celorico, e a ela ligadas por excelentes rodovias, servidas por restaurantes de grande qualidade e melhor preço, onde somos atendidos por pessoas prestativas e correctas, que jamais se tentem aproveitar do turista para abusar dos justos preços que normalmente praticam”.
Pela noite, realizou-se um sarau poético na Torre do Castelo de Celorico da Beira.
 

SOCILUB atribuiu à Câmara de Celorico o selo 2010 para o Certificado ECOLUB

SOCILUB atribuiu à Câmara de Celorico o selo 2010 para o Certificado ECOLUB devido às boas práticas no tratamento do óleo…

A Sogilub atribuiu à Câmara de Celorico da Beira o selo 2010 para o Certificado ECOLUB, como reconhecimento das boas práticas ambientalistas implementadas pela autarquia, mormente, a adesão ao Sistema de Gestão de Óleos Lubrificantes Usados e o cumprimento da legislação em vigor, durante o ano de 2009.
A aposição deste selo no certificado prova e garante a quem o visualiza que os óleos lubrificantes usados são devida e correctamente encaminhados para um destino legalmente autorizado.
A autarquia orgulha-se de implementar uma boa prática ambientalista, separando, identificando e armazenando, para posterior encaminhamento para um destino legalmente autorizado, os óleos lubrificantes usados nas oficinas da Câmara, os quais são recolhidos pela empresa SIGOU, há já alguns anos.

Primeiro-Ministro José Sócrates visita Obras do IP 2 em Celorico da Beira

Primeiro-Ministro José Sócrates visita Obras do IP 2 em Celorico da Beira…

O Concelho de Celorico da Beira, foi o escolhido para receber a presença do Senhor Primeiro-ministro a fim de efectuar uma visita às obras do IP2 que em breve irá ligar Celorico da Beira a Bragança.
O Presidente da Câmara Municipal de Celorico da Beira – Eng. José Monteiro, começou por dar as boas vindas e agradecer a visita do Primeiro-ministro, frisando que este Governo tem tomado inúmeras medidas que vão ao encontro do desenvolvimento regional, com especial incidência para as regiões mais desfavorecidas como é o caso da Beira Interior Norte, região onde se inclui o Concelho de Celorico da Beira.
O Primeiro-ministro José Sócrates disse na visita que efectuou que “contra ventos e marés” o Governo vai “concluir o IP2” e “fazer o IC5”, obras integradas na concessão rodoviária do Douro Interior, com uma extensão de 272 quilómetros.
José Sócrates disse que a obra, num investimento total de 862 milhões de euros, é “muito importante para Portugal”, referindo que no verão deste ano envolverá 200 empresas e 7.500 operários. Para o Primeiro-ministro, este investimento é mais importante do que servir para animar a economia, “porque finalmente nós fazemos justiça com o interior do país”, declarou o Primeiro-ministro.

I Baile de Gala – Celorico da Beira

Realizou-se no passado dia 13 de Março, o “I Baile de Gala” de danças de salão, em Celorico da Beira…

Realizou-se no passado dia 13 de Março, o “I Baile de Gala” de danças de salão, em Celorico da Beira.
Este evento, contou com a presença dos alunos de danças de salão de Celorico, da Guarda e do Fundão, bem como dos seus familiares e amigos. Estiveram também presentes e activamente participativos, o Sr. Presidente Engº José Monteiro e o Sr. Vereador Dr. António Silva.
O jantar que precedeu o Baile, foi servido no emblemático restaurante “O Lagar Municipal”, com saberes e sabores bem regionais, num ambiente familiar e de muita boa disposição.
Já no edifício dos Bombeiros, o Baile foi formalmente aberto pelos alunos presentes, com a roda do Cha Cha Cha, seguindo-se depois vários ritmos clássicos, latinos e africanos.
Houve ainda lugar a um mini-workshop de bachata, que animou todos os presentes, principalmente na famosa “Rueda de bachata”.
A surpresa da noite foi a actuação de três jovens revelações de danças de exibição, que nos encantaram com ritmos bem ao jeito latino: Salsa, Rumba, Paso Doble e Jive.
A festa continuou pela noite dentro, até à última dança, desta vez bem portuguesa, bem popular. Um final muito feliz!
Esta foi sem dúvida uma noite muito diferente.
Uma palavra para os ausentes:
-Vão ter de esperar pelo próximo!

Viver o Teatro

Atelier de Iniciação à Expressão Dramática…

Está em curso o Atelier VIVER O TEATRO, que irá percorrer todas as Escolas do Ensino Básico do Concelho, nos próximos meses.
Antónia Terrinha, actriz, encenadora e formadora teatral, acompanhada pela Técnica do Gabinete Cultural da Autarquia Joana Braga já dinamizaram esta actividade nas Escolas do Ensino Básico de Celorico-Gare, Ratoeira, Mesquitela, Vide Entre Vinhas, Açores e Aldeia Rica.
 O ponto de partida é uma folha em branco, onde a partir de um desenho abstracto as crianças são levadas a construir uma pequena história, que é depois representada por todos, sendo transmitidas por Antónia Terrinha breves  noções e técnicas de expressão dramática.
Todo este processo pretende estimular nas crianças a capacidade de abstracção, a criatividade e a capacidade de trabalhar em grupo, competências que é importante adquirem-se desde cedo.

Projecto Limpar Portugal!

Movimento Cívico de Celorico da Beira participa no projecto “Limpar Portugal”

O Movimento Cívico constituído no Concelho de Celorico da Beira, no âmbito do projecto “Limpar Portugal”, efectuou operações de limpeza em vários locais do território concelhio, integrando assim a campanha que, sob essa designação, se realiza a nível nacional.
“Limpar Portugal” pretendeu fomentar a participação cívica dos cidadãos em acções orientadas para a preservação do meio ambiente e fomentar a reflexão sobre a problemática do lixo, dos materiais de desperdício, da reciclagem e do crescimento sustentável.
No Concelho de Celorico da Beira, o projecto desenvolveu-se sob a coordenação do Município de Celorico da Beira e contou com o apoio das Juntas de freguesia, Empresas de Construção Civil, Comércios, Associações de Solidariedade Social, Agrupamento de Escuteiros e Associação Juvenil, entidades que colaboraram na divulgação da iniciativa e disponibilizaram meios humanos e materiais (sacos do lixo, meios de transporte de voluntários e de resíduos) para facilitar as operações de limpeza.
Apesar das condições adversas que se fizeram sentir neste dia, participaram 350 voluntários que recolheram 15 ton. de resíduos diferenciados que foram entregues no Ecocentro e 36 ton. de resíduos de obras que foram colocados em contentores e encaminhados para o CIRVA . A acção foi acompanhada por uma equipa de SEPNA da GNR.
Face ao êxito obtido as juntas de freguesia manifestaram a intenção de repetir a iniciativa a nível concelhio.

Celorico da Beira comemorou o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

Município comemorou o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios (18 de Abril)   “Património Rural/Paisagens Culturais”

O Município de Celorico da Beira, empenhado em dar a conhecer todos os seus monumentos e sítios, mais uma vez aderiu à iniciativa anual promovida pelo IGESPAR – Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico, para assinalar o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios.
O Dia Internacional de Monumentos e Sítios foi criado em 18 de Abril de 1982 pelo ICOMOS (International Council on Monuments and Sites) e aprovado pela UNESCO no ano seguinte.
A partir de então, esta data comemorativa tem vindo a oferecer a oportunidade de aumentar a consciência pública relativamente à diversidade do património cultural e aos esforços necessários para o proteger e conservar, permitindo, ainda, alertar para a sua vulnerabilidade. 
Desta forma, todos os anos é solicitado aos Estados membros da UNESCO que, neste dia, façam a promoção de actividades e de visitas gratuitas a sítios históricos, monumentos e museus.
Este ano, o Município de Celorico da Beira levou a cabo inúmeras actividades para assinalar esta data importante, tendo começado o dia com uma Visita ao núcleo interpretativo da Casa do Mundo Rural de Prados, tendo-se em seguida realizado uma visita a uma queijaria para a constatação”in loco” como é fabricado um dos queijos mais afamados do Mundo – o queijo Serra da Estrela.
Ao meio dia, foi realizada uma visita aos Moinhos da Rapa, uma estrutura que foi criada para dar a conhecer a todas as gerações o “modus vivendi” de outrora que em muito contribuiu para o desenvolvimento desta região.
Pela hora do almoço, os participantes puderam ver o fabrico de pão e bolos tradicionais junto ao forno comunitário da freguesia da Rapa.
Para o Presidente da Autarquia de Celorico da Beira – Eng. José Monteiro, esta oportunidade não poderia passar em branco, até porque o actual Executivo Municipal tem desenvolvido inúmeras iniciativas que procuram preservar e divulgar o vasto património cultural existente no Concelho de Celorico da Beira.
Esta iniciativa contou com as presenças do Deputado na Assembleia da República – Dr. José Albano Marques e do Governador Civil do Distrito da Guarda – Dr. Santinho Pacheco.
 

EXPO Páscoa – Exposição de Trabalhos

Procurando estimular a criatividade e imaginação da comunidade escolar e IPSS,  a Autarquia teve a iniciativa de entregar Ovos de Avestruz aos diversos estabelecimentos de ensino e IPSS. O desafio proposto era desenvolver a sensibilidade artística e habilidade motora, para transformar um simples ovo de avestruz numa verdadeira obra de arte.
A iniciativa deu lugar a uma fantástica e criativa exposição que decorreu de 1 a 19 de Abril no Centro Cultural de Celorico da Beira. Face à afluência de visitantes, a exposição irá continuar a decorrer na Câmara Municipal até ao final do mês de Abril.
Dando assim, oportunidade a todos de visitar estas obras de arte.