Estações de Tratamento de Águas Residuais no concelho de Celorico da Beira

Mais seis Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR), adjudicadas no Município de Celorico da Beira.

O Município de Celorico da Beira viu aprovadas 12 candidaturas ao Programa Operacional da Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos (Portugal 2020), para a construção de Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR’s), estando neste momento já adjudicadas seis, a construir nas localidades de Açores e Aldeia Rica – União de freguesias de Açores e Velosa – freguesia de Baraçal, Salgueirais – União de freguesias de Cortiçô da Serra, Vide – Entre – Vinhas e Salgueirais – e, freguesia de Maçal do Chão.

A construção destas infraestruturas visa aumentar a salubridade, reduzindo a poluição urbana nas massas de águas circundantes, nomeadamente no rio Mondego, dotando simultaneamente a população das localidades abrangidas, de melhores serviços de saneamento de águas residuais. Estes projetos serão cofinanciados pelo Programa Operacional da Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos (POSEUR), com os seguintes investimentos elegíveis:

• Açores
Investimento Elegível – 54 852,35€
Financiamento Fundo de Coesão – 46 624,50€

• Aldeia Rica I
Investimento Elegível -38 305,15€
Financiamento Fundo de Coesão – 32 559,38€

• Aldeia Rica II
Investimento Elegível – 38 305,15€
Financiamento Fundo de Coesão – 32 559,38€

• Baraçal
Investimento Elegível – 70 133,39€
Financiamento Fundo de Coesão – 59 072,78€

• Maçal do Chão
Investimento Elegível – 47 471,43€
Financiamento Fundo de Coesão – 39 810,12€

• Salgueirais I
Investimento Elegível – 38 305,15€
Financiamento Fundo de Coesão – 32 559,38€

A substituição das atuais fossas sépticas, ineficientes no tratamento das águas residuais e nocivas para a população e o meio ambiente devido à produção de gases e odores desagradáveis, situações que têm suscitado grande descontentamento da população, por ETAR’S compactas, mais eficazes e eficientes no tratamento dos efluentes, insere-se na estratégia de promoção de políticas ambientalistas, há muito encetadas pelo Município, com vista à melhoria das condições de vida das populações e do meio ambiente.