Aviso à População | Perigo de Incêndio Rural

De acordo com o Aviso emitido pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, verifica-se no distrito da Guarda, entre os dias 19 e 21 de julho um aumento gradual do risco de incêndio, com condições favoráveis à sua rápida propagação. Perante as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera de tempo seco, […]

Dom Rodrigo Mendes e o Milagre da Lua Nova

Uma lenda com mais de 800 anos foi o ponto de partida para três dias de festa em Linhares da Beira. A vitória do exército dos alcaides de Celorico e de Linhares da Beira iluminado pela lua foi o mote para o Dom Rodrigo Mendes e o Milagre da Lua Nova, um evento do ciclo “12 em Rede – Aldeias em Festa promovido pela Associação das Aldeias Históricas de Portugal e pelo Município de Celorico da Beira.

O programa de cariz cultural e gastronómico animou durante 3 dias a Aldeia Histórica de Linhares, a partir de uma das suas lendas e mitos, que constituem o seu riquíssimo património cultural, transmitido de geração em geração.

Se a lenda foi só o pretexto para conhecer Linhares da Beira, houve uma programação bastante diversificada, desde o jantar comunitário, onde a população local e visitantes puderam apreciar os sabores das receitas mais antigas de Linhares preparados pelo Chef Valdir Lubave e Chef António Santos, várias oficinas, como a oficina do pão, teatros de rua e claro que não faltou a Rota dos Sabores pelas adegas espalhadas pela aldeia.

A recriação da Batalha que originou a lenda e o evento Dom Rodrigo Mendes e o Milagre da Lua Nova foi um dos pontos altos da festa. A animação musical fez-se ouvir pela aldeia com os Red Mustang, o grupo de Concertinas “ Os Fidalguinhos e Samuel Úria.

Durante 3 dias, Linhares da Beira regressou ao passado dando a conhecer os saberes, os sabores e as histórias das gentes desta aldeia do concelho de Celorico da Beira.

Galeria Fotográfica

Manuais Escolares Gratuitos

Em conformidade com o disposto no Artigo 194.º da lei do Orçamento de Estado para 2019, no ano letivo 2019/2020 é alargado o regime de gratuitidade dos manuais a todos os alunos que frequentam a escolaridade obrigatória na rede pública do Ministério da Educação.

Para beneficiar da entrega gratuita de manuais escolares os pais/encarregados de educação deverão registar-se na plataforma www.manuaisescolares.pt.
No momento do seu primeiro acesso será solicitada a confirmação do seu número de contribuinte, sendo necessário que os encarregados de educação tenham consigo os seus dados de acesso ao Portal das Finanças para que seja efetuada a sua validação.

Não os tendo e querendo usufruir da plataforma, os encarregados de educação deverão solicitá-los no Portal das Finanças.

A partir da referida plataforma terão acesso aos dados escolares do(s) seu(s) educando(s), aos vouchers correspondentes aos seus manuais escolares e à lista das livrarias aderentes onde poderão ser efetuados os levantamentos dos manuais escolares.

A validação para o levantamento de manuais escolares pressupõe a impressão dos vouchers ou a apresentação dos mesmos em formato digital.

Na impossibilidade de aceder à internet, os pais/encarregados de educação devem dirigir-se à escola onde se encontra(m) matriculado(s) o(s) seu(s) educando(s) e solicitar os vouchers em papel.

Os vouchers relativos aos manuais escolares dos 1.º, 5.º, 7.º, 10.º e 12.º anos só serão emitidos a partir do dia 1 de agosto.

Os restantes anos começaram a ser emitidos a 9 de julho.

Em caso de dúvida contacte, por favor, os canais disponíveis para o efeito (suporte@manuaisescolares.pt ou 302 099 409), ou dirija-se à escola do(s) seu(s) educando(s).

ICNF alarga período de licenciamento de caça ao javali até 30 de setembro de 2019

O ICNF – Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas prorrogou o prazo de licenciamento para as entidades titulares ou gestoras de zonas de caça interessadas em realizar medidas de correção de densidade de javali, até 30 de setembro de 2019.

Refere o Edital N.º 2/2019 que, “considerando a necessidade de continuar a realização de medidas para controlo de efetivos populacionais de javali com vista à prevenção da peste suína africana (PSA) assim como o reforço de medidas para a diminuição de danos causados em culturas agrícolas e florestais, importa promover mais ações de âmbito nacional que conduzam a uma maior eficiência no controlo daquelas populações”.

Batidas

A correção de densidade de javalis pode ser feita pelo processo de espera e ainda de batida com recurso a cães e ou armas de fogo.

Para pedir a autorização devem as entidades titulares ou gestoras de zonas de caça preencher o modelo 1 anexo ao Edital N.º 2/2019, disponível aqui, que deverá ser entregue diretamente nos serviços do ICNF, ou através de uma das organizações do sector da caça de 1.º nível.

 

 

10 MANDAMENTOS DE SOBREVIVÊNCIA PARA OS “FESTIVALEIROS” DE VERÃO