IIº Festival da Castanha

De 21 a 29 de Novembro, o Município de Celorico da Beira levou a cabo a 2ª edição do Festival da Castanha.

Depois do sucesso obtido o ano anterior com a realização do primeiro Festival ligado à temática da valorização deste produto de elevadíssima qualidade (a Castanha), a Autarquia Celoricense decidiu levar a cabo mais uma edição deste festival, que na edição deste ano visou promover produtos de elevadíssima qualidade prduzidos no Concelho, com especial enfoque para a castanha e os cogumelos.
A edição deste ano contou com bastante animação, um magusto, um Jantar micológico e também um almoço onde algumas iguarias (Borrego, Castanha) foram devidamente apreciadas.
O primeiro dia do evento foi dedicado à micologia, com a realização do 2º Encontro Micológico de Celorico da Beira, decorrendo uma sessão de esclarecimento subordinada ao tema: “ Os cogumelos silvestres em Portugal  “, que contou com diversos oradores,  seguindo-se um jantar Micológico, que decorreu no Centro de Investigação Gastronómica de Celorico da Beira – “Lagar Municipal”, confeccionado pelo Chef Valdir Lubave, Chefe de Cozinha da Pousada de Belmonte e que contou com a seguinte ementa:
– Paté de Cogumelos mistos do bosque
-Capuchino de Cogumelos com espuma de ervas aromáticas
– Sinfonia de Cogumelos com pão tostado e bouquet de salada.
– Codorniz assada com vinho do porto Mix de cogumelos silvestres e presunto serrano.
– Carpacio de abacaxi com gelado de boletos noz moscada e vinho do Porto em Redução.
 
Domingo, dia 22 de Novembro, ponto alto do festival com a Freguesia de Prados a acolher o Festival da Castanha onde foram vendidos produtos endógenos de elevadíssima qualidade, que contou também com diversas actividades, tais como Passeio de BTT – “Tour da Castanha”; foi realizada uma arruada com os Bombos do Baraçal; actuou o Grupo de Música Portuguesa Santa Cruz; Foi servido um almoço gratuito, que teve como ementa a Sopa de Castanha e o Borrego com castanha.
Pela tarde, o grupo de Etnografia da escola preparatória de Rio Tinto, levou a cena danças e cantares do Minho.
Para além da constante animação de rua, foi realizado realizado um mega Magusto.
De 23 a 29 de Novembro, decorreu o Roteiro Gastronómico pelos Restaurantes aderentes no Concelho.
Como já vem sendo hábito desta Autarquia em promover os bons produtos produzidos no Concelho de Celorico da Beira, desta vez foi a Castanha e os cogumelos.
 
Números do Festival da Castanha:
– 1615 Kg de Castanha, que foram comprados a 16 produtores locais.
515 Kg – Distribuídos pelos Restaurantes aderentes (roteiro gastronómico)
1100 Kg – Prados dia 22 de Novembro (Almoço e Mega magusto).
Almoço de Domingo:
Ementa:
– Sopa de Castanha
– Borrego com Castanha
 
Nº de produtores Locais que participam no Festival:
– 15 Produtores, os quais venderam produtos locais (biscoitos, castanha, pão centeio, bolas de carne, queijo, requeijão, couves de Natal, etc).
– Nota: Este ano, a organização (Câmara Municipal e Junta de Freguesia de Prados), notaram uma maior adesão por parte da comunidade local, tanto ao nível da organização, como na participação em todas as actividades levadas a cabo durante o II festival da castanha em Celorico da Beira.
 
Roteiro Gastronómico:
De 25 Restaurantes estabelecidos no Concelho, 20 aderiram e ao Roteiro Gastronómico que se realizou entre 23 e 29 de Novembro, que contou com alguns pratos:
– Castanhas Fritas com lombo assado
– Molho de castanha
– Massada de tortulhos com frango no forno
– Frango da Guiné com Castanha, tarte de Castanha e Queijada de Castanha
– Lebre com castanha e Mousse com Castanha